Pesquisar este blog

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Traficantes reclamam dos prejuízos!

“Representação de negociantes de escravos no Rio de Janeiro pedindo a S.A.R que levanta-se a quarentena, que trazia prejuízos”.

Este documento não é uma transcrição e sim um resumo do conteúdo.


Sem data, este manuscrito trata acerca dos navios vindos de África e que eram obrigados a aguardar em quarentena (não menor de oito dias até a ida ao Valongo ). A quarentena impunha prejuízos, segundo eles, decorrentes da exposição das embarcações às marés por ancorarem no Paço ou Boa Viagem, os parcos mantimentos a bordo, e expô-los à contágio de outras embarcações.
Estes prejuízos traziam uma diminuição das importações, que refletiam-se nas rendas públicas e na agricultura. Segundo os mesmos, a não importação de 30 a 40 mil escravos traria um prejuízo de 2.000.000 de cruzados.

Assinam o documento Amaro Velho da Silva e João Gomes Barroso , e mais 41 assinaturas
Postar um comentário