Pesquisar este blog

domingo, 8 de agosto de 2010

Novo Governo na Colômbia

Toma posse hoje o presidente Santos, aliado de Álvaro Uribe, mas já acenando com uma distensão em relação a recente crise entre Bogotá e Caracas.
Além disso, esta semana um alto funcionário do governo colombiano afirmou categoricamente que era "impensável uma guerra com a Venezuela".
Já ficou acertado que Santos visitará o Brasil no início de setembro e tem dado sinais de que a posição do Brasil nos assuntos regionais deve ser buscada - ainda que isso não implique um realinhamento da Colômbia em detrimento de sua aliança com os EUA.  O que é até natural visto que sem o apoio norte-americano com armas, treinamento e recursos, acrescidos do apoio popular ao governo em sua luta contra os grupos armados (FARC, ELN, AUC, etc), a situação política e econômica seria o inverso da de hoje.
E assim se foi o presidente Uribe para as sombras; mas é provável que não o faça de vez, pois já afirmou que pretende continuar participando da vida institucional.  O que inclusive também já afirmou o presidente Lula, que ironicamente, criticava os palpites de Fernando Henrique Cardoso sobre seu governo e suas políticas.
Mas é o apego ao poder.  Ninguém quer que as cortinas baixem e as luzes se apaguem. 
Sempre é possível uma "sessão extra". 
Postar um comentário