Pesquisar este blog

sábado, 1 de outubro de 2011

Gripen no Páreo Outra Vez?

Pelo sim,pelo não,Saito tomou a iniciativa de ir à República Tcheca observar de perto a operacionalidade dos caças suecos Gripen,vendidos àquele país. Esse modelo concorreu com os americanos da Boieng (F-18) e com os franceses da Dassault (Rafale) na última fase de classificação do projeto FX-2.

O Gripen, da Saab Scania,chegou em primeiro lugar na avaliação técnica da FAB, antes que o então ministro Nelson Jobim interviesse para dar vitória ao Rafale, desejo do ex-presidente Lula.
A missão de Saito,porém, não era a aquisição dos modelos suecos mas uma simples avaliação da possibilidade de que FAB venha a voar provisioriamente com os 24 caças sob a operação da força tcheca. O ciontrato de leasing com a Suécia está se encerrando.
Poderia ser estabelecido um contrato de sucessão pelo Brasil do contrato de leasing da República Tcheca com a Suécia para cobrir já em 2012 a operação dos Mirage, cujo prazo máximo se encerra no próximo ano.

Admitamos que seria um enorme trunfo estratégico para os suecos, se essa negociação vier a ser rematada, pois os pilotos "caçadores" da FAB iriam acostumar-se definitivamente com a tecnologia e a aerodinâmica dos Gripen, condenada pelos concorrentes por ser um caça de um só motor,impróprio segundo deles para as dimensões continentais do país.
De qualquer modo,os Rafale continuam favoritos para vencer a concrrência se esta for reaberta por Dilma.Têm o maior acervo de benefícios,apesar de dois problemas fundamentais.

1 - o preço, mantido sob regime de "caixa preta" pelos forrnecedores, estimando-se que seja ultrassônico.

2 - a legendária fama dos fornecedores franceses de tecnologia militar de prometerem muito na hora de assinar os contratos, mas executando depois a política de empurrar com a barriga a prometida transferência.São ruins também na consumação das contrapartidas comerciais(off set).
http://www.cartapolis.com.br/geral/layout.php?subaction=showfull&id=1317390907&archive=&start_from=&ucat=4&
Fonte:

Postar um comentário