Pesquisar este blog

sábado, 22 de setembro de 2012

Guarda Revolucionária do Irã diz acreditar que Israel começará guerra

Por Yeganeh Torbati
DUBAI, 22 Set (Reuters) - Israel irá além das ameaças e vai atacar o Irã, disse o comandante da Guarda Revolucionária do Irã, neste sábado, segundo a agência de notícias dos estudantes iranianos (Isna).
À medida que aumenta a especulação de que Israel poderia lançar ataques aéreos contra o Irã antes das eleições norte-americanas em novembro, Mohammad Ali Jafari disse durante uma entrevista coletiva que o Estado judeu seria destruído se tomasse tal atitude.
"Suas ameaças só provam que a sua inimizade com o Islã e a revolução é séria, e, eventualmente, essa inimizade vai levar ao conflito físico", disse Jafari quando perguntado sobre as ameaças israelenses de atacar as instalações nucleares do Irã, reportou a Isna.
"Estamos fazendo todos os nossos esforços para aumentar a nossa capacidade defensiva, de modo que se houver um ataque... poderíamos nos defender e defender outros países que precisem da nossa ajuda, com alta capacidade defensiva."
Os comentários de Jafari, feitos durante uma exposição militar da Guarda Revolucionária Iraniana, acontecem num momento em que os líderes israelenses aumentaram a sua retórica contra o Irã.
"A guerra vai acontecer, mas não está claro quando ou onde será", declarou Jafari, no sábado. "Neste momento, eles veem a guerra como o único método de confronto."
Israel, que bombardeou um reator nuclear iraquiano em 1981 e lançou um ataque semelhante contra a Síria em 2007, ameaçou fazer a mesma coisa no Irã se os esforços diplomáticos não conseguirem parar a atividade nuclear que eles acreditam que visa obter capacidade de armas.
O Irã, que alega que seu programa nuclear é para fins pacíficos, já disse que poderia atacar bases militares dos EUA na região, assim como Israel, se for atacado.
"Se eles (Israel) começarem algo, serão destruídos e será o fim deles", disse Jafari, de acordo com a Isna.
Guarda Revolucionária do Irã diz acreditar que Israel começará guerra
Postar um comentário