Pesquisar este blog

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Irã paralisa alto enriquecimento de urânio, diz agência da ONU


Por Fredrik Dahl
VIENA, 20 Jan (Reuters) - O Irã paralisou a sua mais polêmica atividade nuclear, seguindo o acordo firmado com seis potências mundiais, segundo um relatório confidencial da agência de energia atômica da Organização das Nações Unidas obtido pela Reuters, abrindo assim o caminho para o alívio de algumas das sanções impostas contra o país.
O relatório da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) também disse que o Irã começou a diluir o seu urânio enriquecido a uma concentração de 20 por cento, nível que deixava o país próximo do necessário para produzir uma bomba atômica.
O Irã também continua a converter em óxido parte da sua reserva, disse a AIEA, o que torna o material menos próprio para alguma tentativa de fabricar bombas. O Irã diz que o seu programa nuclear é por inteiro pacífico.
A AIEA terá um papel crucial em verificar se o Irã está cumprindo a sua parte no acordo provisório, que prevê cortes no enriquecimento de urânio em troca de alívio nas sanções internacionais que estão prejudicando muito a economia iraniana dependente do petróleo.
O relatório da AIEA para os países-membros declara que "a agência confirma que, em 20 de janeiro de 2014, o Irã parou de enriquecer urânio acima de cinco por cento" nas usinas de Natanz e Fordow.
Mais cedo a TV estatal iraniana disse que o Irã havia paralisado o enriquecimento a 20 por cento em Natanz e que os inspetores se dirigiam para Fordow.
O Irã tem enriquecido urânio a uma concentração de 20 por cento desde 2010, criando alarme no Ocidente sobre os fins do seu programa nuclear.
http://br.reuters.com/article/topNews/idBRSPEA0S2Y020140120 
Postar um comentário