Pesquisar este blog

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Tráfico Interno de Escravos - Cod. 390 (parte), 421, 424 e 425

Estes códices do ANRJ, referem-se a saídas de tropeiros da cidade do Rio de Janeiro, com variados destinos, porém transportando escravos. Eles cobrem anos sequenciados, as vezes sobrepostos, em outros são alguns meses, entre os anos de 1821-1833.
Tais registros totalizaram a distribuição de 93.806 escravos, sendo que entre os anos de 1826-30, com a perspectiva de fim do tráfico atlântico e escassez de mão-de-obra, nestes 5 anos, houve uma concentração da ordem de 57.7% na distribuição destes escravos no mercado interno, ou seja, 54.127 cativos.
A partir destes dados, identifiquei um conjunto de destinos - ou regiões mercado conforme sugerido por meu orientador João Fragoso.
Os dados a seguir referem-se portanto, dentro de um total de cativos enviados, a quantidade e % dos mesmos entre 1826-1830.

Total para MG: 34.982 - entre 1826/30: 71.7% (25.076)
Total para SP: 4.207 - entre 1826/30: 64.6% (2.718)
Total para o Vale do Paraíba: 8.129 - 77.8% (6.322)
Total para Norte Fluminense: 20.834 - 74% (15.416)
Total Sul Fluminense: 3.312 - entre 1826/30: 68% (2.254)
Total ES: 460 escravos - 1826/30: 61% (280)
Postar um comentário