Pesquisar este blog

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Taleban quer retomar poder no Afeganistão após saída da Otan

LONDRES - Os militares dos Estados Unidos disseram em um relatório secreto que o Taleban, com apoio do Paquistão, pretende retomar o controle do Afeganistão depois que as forças da Otan e seus aliados deixarem o país, informou o jornal The Times, de Londres, na sua edição desta quarta-feira, 1º.
Insurgentes deixaram o país após chegada da Otan, mas planejam volta - Reza Shirmohammadi/Reuters
Reza Shirmohammadi/Reuters
Insurgentes deixaram o país após chegada da Otan, mas planejam volta

"Muitos afegãos já estão se preparando para uma eventual volta do Taleban", disse o jornal, citando o relatório. "Assim que a Isaf (força comandada pela Otan) não for mais um fator (na luta), eles consideram sua vitória inevitável." O Times disse que o relatório "altamente sigiloso" foi preparado pelos militares dos EUA na base aérea de Bagram, no Afeganistão, e entregue no mês passado a dirigentes da Otan. A BBC também noticiou o relatório.
Grandes áreas do Afeganistão já tiveram sua segurança transferida para as forças locais, e as últimas tropas de combate estrangeiras devem sair do país até o final de 2014.
O documento citado pelo Times e pela BBC também dizia que a poderosa agência paquistanesa Inteligência Interserviços estaria ajudando o Taliban a direcionar seus ataques contra as forças estrangeiras - acusação que o Paquistão nega.
Washington e seus aliados há anos se queixam de que o Taleban e outros grupos de militantes islâmicos e criminosos comuns operam a partir de refúgios em áreas tribais do oeste e noroeste do Paquistão.
As conclusões do documento se basearam no interrogatório de mais de 4 mil presos do Taleban e da Al-Qaeda, segundo o Times. O Departamento de Estado americano não quis comentar a reportagem. Nenhum porta-voz da Otan e do Paquistão estava imediatamente disponível para falar.
O governo afegão mantém atualmente um processo de negociação com o Taliban, o que inclui a possível instalação de um escritório de representação do grupo islâmico no Qatar.
Segundo o Times, o relatório sugere que o Taleban está ganhando popularidade em parte por estar se tornando mais tolerante. "Resta ver", diz o relatório, "se um Taleban revitalizado e mais progressista irá perdurar se continuar a ganhar poder e popularidade. Não obstante, pelo menos dentro do Taleban a imagem retrabalhada já está tendo um efeito positivo sobre o moral".

FONTE: Estadão http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,taleban-quer-retomar-poder-no-afeganistao-apos-saida-da-otan,829940,0.htm
Postar um comentário